Letrux em Noite de Climão

No último sábado, dia 20/01, tive a honra de fotografar o show de uma das bandas brasileiras que mais ouço na atualidade. Trata-se da Letrux, que se apresentou no galpão gamboa com ingressos esgotados e participação mais que especial do bloco carnavalesco Toco-Xona.

Agora você pode estar se perguntando: Por que raios Letrux e Toco-Xona? Calma, eu te respondo. A MarthaV, que faz parte da banda, também toca no TX. Aí não demorou muito para que surgisse a ideia do encontro. Junte a isso o fato de que estamos em época de pré carnaval no Rio e você já pode ter ideia do climão que se formou. Letrux + TX = Que estrago!

"Letrux em Noite de Climão" é um disco daqueles que a gente aperta o play e ouve do início ao fim sem pular uma faixa sequer. Daqueles que a gente ouve cantarolando junto, perde a noção do tempo viajando nas letras (e nos barulhinhos eletrônicos!) e quando acaba a gente ouve tudo de novo em looping, como se fosse a primeira vez.

Eu já tinha visto (e me acabado!) no show que a banda fez no Circo Voador em Novembro de 2017. Havia sido a minha primeira vez em um show da Letrux. Quem já viu a moça e sua banda performando sabe do que estou falando, pois não há como passar batido na festinha quando eles estão tocando, geral sentiu!

Vê-los tocando ao vivo naquela noite me encheu de vontade de fotografá-los no palco. Quem sabe um dia, pensei eu. Mal sabia que a oportunidade chegaria em breve. E chegou! Na noite de 20 de Janeiro de 2018, a chuva insistia em molhar o público que fazia fila na entrada da casa de shows localizada na região portuária do Rio, enquanto eu acompanhava de perto a banda em seus momentos de preparação antes do show. No camarim de baixo, as meninas do TX também se preparavam.

Em algum momento, fui até o backstage e através da cortina pude ver os fãs que já se amontoavam na grade do palco. Por sorte a casa era coberta e a chuva, ainda caindo lá fora, não incomodava mais. Para onde se olhava era possível perceber um misto de ansiedade pro show começar logo, até que por volta de 1h da madrugada o espaço lotado foi completamente inundado por luzes vermelhas, que avisaram pra geral que o show estava prestes a começar.

Naqueles poucos minutos em que as duas bandas se encontraram no backstage, antes do início do espetáculo, um misto de emoção e admiração mútua tomou conta do ambiente. Selfies, abraços e sorrisos por todos os lados. Daí em diante foi uma catarse coletiva. Desde a primeira música o público cantou junto. Enquanto eu tentava me deslocar pelo espaço em busca de ângulos diferentes para as fotos (missão quase impossível em uma casa de shows lotada), podia perceber que a galera imersa naquela atmosfera vermelha não mais percebia o que se passava lá fora, apenas sorria.

Lá pelo meio do show a percussão das meninas poderosas do TX subiu no palco para uma versão visceral de "Que Estrago", num clima "roots bloody roots " pra ninguém botar defeito. E olha que era uma versão pocket do TX. Agora imagina uma participação da Letrux no carnaval do Toco? Sonhar não custa nada, hehehe.

Deda deda deda deda, deda dedada!!!

#Letrux #FotografiadeEspetáculos #Música #TocoXona